Power House – um dos principios do Pilates

Joseph Pilates referia-se à área abdominal em conjunção com a lombar, como um “cinturão/centro de força”, a casa de força do corpo. Ele a nomeou Power House. (Também conhecido como Core – Nota do blogueiro).

Essa casa de força é composta por: músculos profundos e superficiais do abdome, principalmente o transverso, assoalho pélvico, multifidos, diafragma e região lombar. Quanto mais forte o cinturão de força, mais eficiente e mais potente o movimento.

No método desenvolvido por Joseph Pilates, antes de qualquer exercício, recrutamos os músculos profundos da lombar e do abdome para manter a região central estável.A “ativação” do power house proporciona estabilidade do dorso ao mesmo tempo em que favorece o alongamento a

Joseph Pilates referia-se à área abdominal em conjunção com a lombar, como um “cinturão/centro de força”, a casa de força do corpo. Ele a nomeou Power House. (Também conhecido como Core – Nota do blogueiro).

Essa casa de força é composta por: músculos profundos e superficiais do abdome, principalmente o transverso, assoalho pélvico, multifidos, diafragma e região lombar. Quanto mais forte o cinturão de força, mais eficiente e mais potente o movimento.

No método desenvolvido por Joseph Pilates, antes de qualquer exercício, recrutamos os músculos profundos da lombar e do abdome para manter a região central estável.A “ativação” do power house proporciona estabilidade do dorso ao mesmo tempo em que favorece o alongamento axial.

O assoalho pélvico é a faixa de músculos e ligamentos que se estende pelo sacro e pelas tuberosidades isquiáticas localizadas na base da pelve. Os músculos abdominais profundos e superficiais trabalham juntamente com os músculos dorsais para formar o power house. Os músculos pequenos, aqueles que estão na região mais interna do corpo, são os mais importantes na estabilização. A função é estabilizar a lombar e a pelve para manter a região livre de dor.

Quando os abdominais profundos estão contraídos, a parede abdominal se estreita ao redor da coluna lombar.

O transverso do abdome está localizado transversalmente e internamente na parede abdominal. É um músculo profundo e está associado à prevenção de lombalgias.

Outros músculos extremamente importantes que compõe o power house são os multifidos. Estes são feixes pequenos e profundos, que passam de vértebra a vértebra. São estabilizadores da coluna, ativaods 30 milessegundos antes de qualquer movimento.

Para finalizar, há o diafragma, que é um músculo respiratório em forma de cúpula.

Um dos princípios do método Pilates é o centro, que consiste na ativação do power house, de onde partem toda a centralização e a estabilidade para realizar os exercícios. E deve estar presente em todos os movimentos, porém alguns requerem maior solicitação dessa musculatura.

Quando a musculatura que envolve o power house está bem fortalecida, provavelmente não haverá dor lombar. Sem esse sistema de suporte interno, um excessivo estresse atinge a coluna, quadris, joelhos e tornozelos. Quando forte, torna os movimentos mais potentes e permite conectar as partes inferiores e superiores do corpo, transmitindo força de uma extremidade à outra.

A estabilidade promovida pelo power house oferece maior segurança na realização dos movimentos com pessoas diversificadas, pois permite a realização dos movimentos e protege a coluna.

Artigo retirado do Guia de Pilates nº 2. Editora On Line. Para mais informações, sugestões de exercícios e outras matérias procure a Revista Pilates Oficial nas bancas.

Juliana Medina é formada em Fisioterapia pela Universidade Bandeirante de São Paulo (UNIBAN) e pós graduada em Fisiologia do Exercício e Treinamento Resistido na Saúde, na Doença e no Envelhecimento pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. É instrutora de Pilates e coordenadora técnica e de cursos na Império Pilates

lombalgia_x_musculos_core

8 Motivos provando que Pilates é coisa de homem!

_LMF0518Os exercícios do pilates são feitos no mat – aquele tapetinho – ou em um aparelho (são quatro, chamados de cadillac, reformer, chair e ladder barrel), algumas vezes acompanhados de acessórios, como círculo mágico, bola bosu e meia-lua. Esses instrumentos se combinam formando um repertório de mais de mil exercícios que acabam sendo úteis para todas as atividades do seu dia. Se você estiver sentado numa sala de espera, carregando uma mala, surfando ou lutando MMA, vai se lembrar das aulas de pilates.
Praticar uma hora, duas vezes por semana, já está de bom tamanho, dizem os professores. Joseph Pilates chamava sua invenção de “contrologia”.

1 – Melhora o desempenho em qualquer outro esporte

“O pilates é o melhor complemento para atividade física que existe”, diz o professor Luiz Lobassi, da Maha Studio do Corpo, em São Paulo, que já foi bicampeão brasileiro de kung fu. Postura, equilíbrio, estabilidade, flexibilidade, respiração, coordenação, circulação, fortalecimento e resistência: tudo pode ser melhorado. Atletas das mais variadas modalidades são beneficiados. Por exemplo: quem joga tênis ou golfe acaba se dando bem com o aprimoramento da rotação do tronco. Maratonistas melhoram seu tempo com técnicas avançadas de respiração, e lutadores ganham mais flexibilidade e força abdominal.

2 – Tonifica os músculos do corpo todo

A grande variedade de exercícios garante um trabalho eficiente para toda a musculatura. “Numa aula dá para trabalhar todas as cadeias do corpo: anterior, posterior e lateral”, diz o professor Antonio Fretz. Outra vantagem é que, ao contrário da musculação, o pilates não leva à hipertrofia do músculo. “Os exercícios tonificam sem que você perca a
flexibilidade”, diz o professor Lobassi.

3 – Define o abdômen

Um dos principais focos do pilates é o fortalecimento da musculatura central do corpo. Joseph Pilates deu o nome de “powerhouse” ao conjunto desses músculos, que abrangem abdômen, coluna e região pélvica. O domínio dessa área é fundamental para os mais variados exercícios físicos. De quebra, sua barriga fica sarada.

4 – Aumenta a disposição sexual

O bem-estar físico e mental ajuda no sexo. A flexibilidade também. Idem para o autoconhecimento e para a liberação de hormônios, como endorfina. E tudo isso está no “pacote” do pilates

5 – Amplia a flexibilidade e a coordenação

“O pilates é uma das atividades que mais alonga o corpo, da nuca aos pés”, garante Antonio Fretz. Aliando isso à melhora da coordenação, você terá mais facilidade para realizar as tarefas do dia a dia.

6 – Diminui tensões e elimina stress

Que fique claro: pilates é muito diferente de ioga. Ele utiliza aparelhos próprios, trabalha em séries de dez repetições, permanece menos tempo na mesma postura e não usa meditação. Mas atua no equilíbrio da mente, na concentração e na harmonia do organismo. É como dar uma bica no stress.

7 – Previne dor nas costas

Não são só as suas costas que doem. Esse problema atinge cerca de 80% da população mundial em algum momento da vida. A reabilitação da postura que você aprende no pilates previne dores na coluna e pode corrigir desvios como hipercifose e hiperlordose.

8 – Dá para fazer com a turma

Os treinos são democráticos: em uma mesma sala podem estar praticantes de níveis e interesses diferentes. Cada uma das pessoas tem um treino personalizado. O bom nesta história é que você pode fazer uma sequência de exercícios bem ao lado daquela gata que está num nível mais avançado. Ou do amigo que você arrastou do futebol. O negócio é bom também para casais: um apoia o outro e a motivação só aumenta.

VENHA EXPERIMENTAR!

Pilates para gestantes!

 
pilates-gravidez (1) 
 
 
Há tempos atrás, a gravidez era considerada como sendo o período em que a mulher precisava ter certos cuidados hoje considerados fora de propósito. Mulheres em período gestacional recebiam orientações quanto a permanecer em repouso, evitar esforços físicos, e alimentar desejos extravagantes, além de liberdade para abusar de alimentos pouco saudáveis, gordurosos e doces. Agora, a palavra de ordem é gravidez saudável; o culto ao corpo de forma moderada é até benéfico. As recomendações, não somente para gestantes, mas para todas as pessoas em geral, são cultivar bons hábitos que incluem: alimentação balanceada e exercícios físicos moderados, mas constantes, que garantam uma melhor qualidade de vida durante e depois da gravidez. O Pilates está entre as modalidades de exercícios recomendados para esse período, pois ao contrário do que se acredita, grávidas podem usufruir da prática, à exceção daquelas que se encontram em gravidez de risco, ou tiveram algum tipo de complicação que devam seguir recomendações médicas de repouso, a fim de evitar maiores consequências. É importante que o ginecologista esteja ciente da prática dos exercícios e que seja consultado quanto à sua liberação (o instrutor de Pilates deve exigir isso de sua aluna).
 
Acreditava-se que o Pilates era contraindicado para gestantes, devido a sua propaganda estar muito voltada a “malabarismos” nos aparelhos e na bola, e também pela sua grande ênfase na contração abdominal. Na verdade, o Pilates pode ser adequadamente adaptado para a gravidez, desde que não sejam realizados certos exercícios, tais como os abdominais. É importante ressaltar que a gestante não deve ser colocada em posições que causem muito desequilíbrio, para evitar risco de quedas, mas os exercícios de braço estão muito bem indicados, já que fortalecem a região dando boas condições à futura mamãe de carregar seu filho no colo. Pernas também estão liberadas para serem trabalhadas, a fim de se evitar dores articulares que possam vir em função do sobrepeso, que acomete a mulher durante esse período. Os exercícios de alongamentos devem ser priorizados, pois na gravidez, em função do aumento abdominal, o peso da mulher se desloca todo para a frente, alterando o seu centro de gravidade, aumentando a curvatura fisiológica da coluna, e causando dores. Os exercícios abdominais e a mobilidade da coluna serão, naturalmente, praticados durante os exercícios de braços, de pernas, e através da respiração característica do método.
 
O Pilates auxiliará a gestante no período pós-parto, facilitando o retorno mais rápido do abdômen, e diminuindo a flacidez característica deste período. Cabe ressaltar que é necessário que o ginecologista esteja de acordo com a prática do Pilates. O ideal é que ele mande uma liberação por escrito para que o instrutor saiba do andamento da gestação. Se a aluna suspeita que está grávida, ela deve avisar imediatamente o instrutor, mesmo que ainda não tenha feito nenhum exame para comprovação, para que se evite certos exercícios, garantindo uma gestação sem sustos. Entretanto, deve-se salientar que se a gestante nunca praticou nenhum tipo de exercício físico, é melhor não escolher essa técnica para iniciar. Espere o término da gestação, e aí sim procure um Estúdio de Pilates para praticar.

Conheça o Pilates

O Fisioterapeuta da Life Pilates e Reabilitação Dr. Jorge Fernando esclarecendo algumas duvidas sobre o Pilates.

 

https://www.youtube.com/watch?v=3ut4A_-cwJw

“STRESS” – O causador de problemas silencioso!

stress_ball

As 3 principais doenças causadas pelo ESTRESSE

Muitas pessoas que possuem cargas excessivas de trabalho ou de estudo costumam dizer que estão estressadas. Isso já virou uma maneira de expressar o cansaço e o desânimo para determinada tarefa. Muitas vezes a pessoa não está estressada. O estresse pode ser diminuído através de psicoterapia e não tem necessidade de acompanhamento psiquiátrico a não ser que por causa dele, outras doenças tenham sido desenvolvidas, como: depressão, transtorno do pânico e ansiedade generalizada.

A depressão é caracterizada por desesperança, baixa auto-estima, interfere nas atividades profissionais da pessoa, no sono, na alimentação e principalmente, nas atividades que antes lhe eram prazerosas. É comum entre homens e mulheres, em diversas idades. A busca por ajuda medicinal é necessária, pois a depressão é a doença que mais é “solucionada” com a utilização de remédios.

A síndrome do pânico é caracterizada por minutos de medo (pânico), taquicardia, sudorese, sensação de que algo ruim irá acontecer (principalmente a sua morte), falta de ar, etc. A pessoa com esse transtorno está à favor da doença pois não se sabe quando terá uma nova crise. O tratamento medicamentoso é indispensável juntamente com a terapia, que neste caso, a cognitiva comportamental encontra maiores resultados.

Já o transtorno de ansiedade generalizada tem como característica uma agonia/angústia sem motivo aparente, taquicardia, sudorese, frio na barriga e principalmente, uma preocupação exagerada nas atividades do seu cotidiano o que pode comprometer todas as áreas de sua vida. É importante o uso de medicamentos, mas deve-se ter cuidado com os ansiolíticos, pois esses podem gerar dependência. A terapia aqui também é importante como uma forma de acalmar o paciente, enumerar prioridades e necessidades, buscar alternativas de prazer, autoreconhecimento.

 

Fonte: Mariana Brantes Vasques – CRP 06/108819 – psicóloga.

Sintomas da hérnia discal cervical

As hérnias cervicais podem ser responsáveis por três tipos principais de sintomas: cervicalgia, braquialgia, e mielopatia.

A cervicalgia nada mais é do que dor no pescoço, na região cervical. Embora seja muito freqüente nos caso de hérnia, a dor cervical é um sintoma pouco específico, que pode ser causado por inúmeros problemas além das hérnias cervicais, desde a má postura, até as deformidades do pescoço.

Muitas vezes ficamos em dúvida se a cervicalgia é causada mesmo pela hérnia, ou se está sendo provocada por uma contratura muscular, ou outro fator associado. É muito difícil e arriscado fazer o diagnóstico de hérnia cervical, ou definir algum tipo de tratamento mais agressivo, apenas pela presença de dor cervical.

Braquialgia é a dor irradiada para o braço, que vem a ser o sintoma mais típico da hérnia discal cervical. Geralmente esta braquialgia vem acompanhada de dor cervical, podendo então ser chamada de cervicobraquialgia. Esta dor é provocada pela compressão que a hérnia faz nas raízes dos nervos que se distribuem nos braços, sendo equivalente à dor ciática, que ocorre nas hérnias discais lombares. A braquialgia irradiada é um sintoma que costuma ser bastante específico, levantando de imediato a suspeita de hérnia cervical. Muitas vezes, o trajeto por onde a dor se distribui no braço pode dar informações até sobre qual o disco mais provavelmente doente. Isso pode ser muito importante para se saber qual o disco está sendo realmente problemático naqueles casos em que os exames mostram mais de uma hérnia.

A mielopatia é o quadro provocado pela compressão da medula cervical. Nem todas as hérnias cervicais comprimem a medula, apenas aquelas de tamanho maior, e que se deslocam para a parte mais central do canal. A mielopatia é um sinal bem mais grave que a dor cervical ou a braquialgia, a existência de mielopatia significa sofrimento do tronco nervoso principal daquela região, existindo risco de lesões definitivas, irreversíveis, que podem  comprometer os movimentos e a sensibilidade de todo o corpo do pescoço para baixo, deixando seqüelas muito graves. É raro que a mielopatia se estabeleça de modo repentino, via de regra ela se instala de maneira lentamente progressiva, no decorrer de meses ou anos. O quadro mais comum é de dificuldade para caminhar, com rigidez e aumento dos movimentos reflexos das pernas, acompanhada de alguma fraqueza dos braços.

A cervicalgia e a braquialgia são sintomas dolorosos que podem ser bastante desagradáveis, e até mesmo provocar limitações grandes, mas costumam ser de natureza limitada e benigna, apresentando riscos apenas ocasionais de lesão neurológica. Com a mielopatia é diferente, devido ao risco de seqüelas ela é um sintoma preocupante, e uma indicação para que se penseem tratamento cirúrgico de maneira mais rápida.
images
Fonte:http://herniadedisco.chakalat.net

Mesmo após os 40 adotar alimentação saudável reduz risco de doenças cardiovasculares

Homens e mulheres com 40 anos ou mais que passam a ter uma alimentação mais saudável diminuem o risco de um ataque cardíaco ou de um acidente vascular cerebral em até um terço. Essa é a descoberta de um novo estudo do Kings College London publicado no American Journal of Clinical Nutrition no dia 18/03.

A pesquisa contou com a participação de 162 homens e mulheres não-fumantes com idades entre 40 e 70 anos. Os voluntários foram divididos em dois grupos: aqueles que seguiram uma dieta que atendia as atuais diretrizes alimentares do Reino Unido e quem teve uma alimentação típica britânica.

A primeira dieta era rica em frutas, vegetais, óleo de peixe, alimentos integrais, pouca gordura saturada, açúcar e sal adicionado. Foi pedido ao participantes deste grupo para substituir bolos e biscoitos por frutas e oleaginosas e eles também utilizaram óleo ricos em gorduras monoinsaturadas. A outra dieta contava com gorduras saturadas, mais açúcar e sal, menos legumes, vegetais e fibras.

Após 12 semanas, o grupo que seguiu a dieta saudável perdeu em média 1,3 quilos, enquanto os outros voluntários ganharam 0.6 quilos. O perímetro da cintura ficou 1,7 cm menor no grupo da dieta saudável. Este mesmo grupo também apresentou redução da pressão arterial e dos batimentos cardíacos por minuto. Os níveis de colesterol também diminuíram em 8%.

Confira o que não pode faltar em uma dieta cardioprotetora:

Core

O método Pilates é um trabalho que se baseia em exercícios de força e mobilidade utilizando técnicas e exercícios específicos. Este método permite desenvolver em seus praticantes maior consciência corporal ,isso através dos seguintes princípios: Concentração, Respiração, Controle, Precisão, Fluidez de Movimento, Centro ou CORE.

O conceito do centro de força, comumente conhecido como CORE, é um d…os principais princípios do Pilates. O Core dá ênfase aos músculos profundos do abdômen, da coluna e do assoalho pélvico, formando um cilindro de estabilidade ao redor da coluna denominado Power House. O acionamento desses músculos profundos é fundamental na estabilização, prevenção e tratamento de problemas na coluna, além de favorecer a melhoria do desempenho esportivo de diversas modalidades.

Agende uma aula experimental e venha conhecer a metodologia que conquista cada vez mais adeptos.LMF_8731

CHEGA DE SEDENTARISMO.

15411846

O objetivo é o mesmo para quase todas: emagrecer, nem que seja apenas três quilinhos.

As estratégias para chegar lá, porém, são as mais diversas. Umas se matriculam na academia mais próxima, outras aderem à dieta do momento e outras, ainda, esperam por um milagre. É isso mesmo: segundo um estudo, realizado pela marca Nesfit em parceria com o instituto Ideafix, 49,3% das brasileiras que desejam perder peso admitem não fazer nada para consegui-lo. Ao todo, já chega a 61% o número das mulheres sedentárias no país.

Quando falamos em “não fazer nada”, não estamos nos referindo, apenas, a não praticar um esporte ou consultar uma nutricionista, mas também a fugir de esforços físicos simples no dia-a-dia – como subir uma escada ou ir à pé até uma padaria, por exemplo. Pense bem: quantas vezes você deu preferência ao elevador simplesmente por hábito? O sedentarismo nasce dessas pequenas escolhas.

A mesma pesquisa revelou que 19,2% dessas mulheres já deixaram de ir a uma festa por se sentirem gordas. Ou seja, longe de ser um “capricho”, a vontade de ter um corpo saudável (e não magérrimo) está ligada ao bem-estar mental e social. Se falta tempo para praticar uma atividade física mais intensa, experimente começar com pequenos atos: levante-se durante cinco minutos a cada hora de trabalho em que você ficar sentada (vale uma caminhada até o filtro de água ou a mesa do colega).  Estacione um pouco mais longe para completar o caminho andando. Enfim, seja criativa! O resultado virá na forma de disposição, bom-humor e um corpo mais enxuto.

 

SUCO DETOX!

capa-top-five-detox

 

Sucos detox são tudo de bom. De maneira prática e rápida, fazem as toxinas que ingerimos serem eliminadas, promovendo uma limpeza interna que facilita o processo de emagrecimento. 

Ai vão umas dicas de alguns sucos para deixar você de bem com a vida nesse resto de verão 😉

SUCO DE MELANCIA COM GENGIBRE

Ingredientes
3 fatias de melancia sem caroço
1 colher de chá de linhaça triturada
1 colher de chá de gengibre ralado
 Modo de preparo
Bata todos os ingredientes no liquidificador
Sirva com muito gelo!

 Com mais de 90% de água, a melancia entra para hidratar e limpar o organismo, fazendo os rins trabalharem melhor. Tem também vitaminas, minerais e as nossas amigas, as fibras, que aumentam a saciedade – o que nos faz comer menos! O gengibre é um ingrediente secreto na luta contra o peso. Considerado um termogênico, ele ajuda a ACELERAR O METABOLISMO, o que aumenta a queima de calorias e contribui para eliminar a gordura em excesso. Já a linhaça ajuda a reduzir os níveis de colesterol, melhora a pressão arterial, regula o intestino e tem efeito anti-inflamatório. Vamos lá? A receita a seguir é para um copo grande. Para fazer mais, é só dobrar os ingredientes.

AGENTE LARANJA

Ingredientes
200 ml suco de cenoura (passada na centrífuga)
200 ml suco de pimentão amarelo (passado na centrífuga)
2 colheres (chá) de gojiberry
50 ml suco de erva-doce (passada na centrífuga)
100 ml suco de limão
50 ml de suco de champignons frescos (passados na centrífuga)
Modo de preparo
Coloque todos os ingredientes no liquidificador.
Junte o suco de limão, o de erva-doce e o chá de gojiberry.
Bata e sirva gelado!

Feito com limão, gojiberry, erva doce, cenoura, champignon e pimentão, o Agente Laranja é superfácil de fazer – e enriquecido com tudo de bom. O limão ajuda a dissolver gorduras. Com poucas calorias, o champignon contribui com a perda de peso, aumentando a saciedade e fazendo você comer menos. Já a erva-doce tem ótimo efeito digestivo e ainda reduz a vontade de comer doce. E a goji berry, outro segredo desse suco, é um poderoso antioxidante, que rejuvenesce e combate os efeitos nocivos do sol na pele. Também antioxidantes são a cenoura e o pimentão. Juntos, estimulam o sistema imunológico, combatem a fadiga e o envelhecimento precoce.

SUCO VERDE

Ingredientes
2 laranjas
3 folhas de couve
1 gengibre
1 litro de água
 
Modo de fazer
Descasque as laranjas.
Corte-as em pedaços e tire as sementes.
Coloque no liquidificador.
Junte as folhas de couve bem lavadas e com talo.
Arescente um pedacinho de gengibre.
Complete com o litro de água.
Bata tudo. Depois, coe, acrescente adoçante a seu gosto e sirva com muito gelo.

 

Por que beber um suco com couve? Simples. Por que ela faz um bem danado ao nosso organismo. É antiinflamatória, cicatrizante e ajuda a fixar o cálcio nos ossos. Isso sem mencionar os benefícios estéticos. A couve é ótima no combate à celulite, desintoxica, e também ajuda a eliminar a gordura. É claro que dela vem a cor do meu suco verde. Mas, na minha receita, o segredo é gengibre. Esta especiaria ardidinha é considerada um alimento termogênico. Ou seja, algumas pitadas bastam para acelerar o metabolismo. Sendo assim, o suco verde com gengibre é uma ótima pedida para quem busca perder algumas calorias.