mar 062017
 

Durante a gestação, o corpo da mulher sofre diversas mudanças, como aumento do peso, flacidez muscular e as mudanças posturais. Depois da chegada do bebê, as mulheres se preocupam com o corpo e como voltar a exibir suas curvas, utilizando aquelas roupas usadas nove meses antes. Isso se torna mais fácil para quem seguiu as orientações médicas e teve um acompanhamento físico adequado, mas, com paciência e determinação é possível reconquistar o corpo esbelto sem arriscar a saúde.

 

Voltando à prática de exercícios
Para as mulheres que já praticavam exercícios físicos durante a gestação, principalmente o Pilates, o retorno é mais tranquilo, podendo ser realizado praticamente os mesmos exercícios.

Porém, todas devem ter muito cuidado ao retornar às atividades físicas. É necessário se certificar com o médico de que é possível voltar às atividades regularmente, pois, dependendo do tipo de parto, a recuperação possui tempos diferentes. No parto normal o retorno à atividade é mais rápido e, assim que a mulher se sentir disposta, pode voltar aos exercícios. Já no parto cesariano, normalmente deve se esperar cerca de 40 dias para iniciar qualquer atividade física.

Esses cuidados são necessários devido às alterações musculares e articulares sofridas durante o período gestacional, bem como a adaptação ao aumento dos seios.

Como deve ser o trabalho físico no pós-parto
Um bom programa de atividades no pós-parto deve incluir cuidados com a postura, alongamentos, relaxamento, fortalecimento e exercícios para os músculos respiratórios e da região do períneo. Para isso, busque a orientação de profissionais especializados em exercícios na gestação e no pós-parto.

O Pilates no pós-parto
Os benefícios do Pilates vão desde a melhora da flexibilidade até a correção postural, sempre associado com a respiração. O Pilates faz com que ocorra a melhora da capacidade do movimento e a sua organização, equilibrando mente e corpo, ao trabalhar postura e força.

No pós-parto, o Pilates contribui muito na reabilitação da musculatura abdominal e do assoalho pélvico, vindo a prevenir futuras incontinências e prolapsos. Os exercícios tonificam a musculatura flácida, melhorando seu aspecto e força.

De acordo com diversos estudos, as mulheres que praticaram Pilates antes e/ou durante a gestação, tendem a ter uma recuperação no pós-parto mais acelerada.

Além desses benefícios, o Pilates possui os movimentos que ajudam a prevenir e amenizar a dor lombar, tão incômoda nessa fase, também contribuindo para a boa forma.

Porém, o Pilates deverá iniciar somente à partir do momento que houver total recuperação e liberação médica, para evitar hemorragias internas.

FONTE: https://www.instpilates.com.br/beneficios/pos-parto-voltar-a-forma/

 Posted by at 17:40

 Leave a Reply

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

(required)

(required)